E vem mais PDV aí gente! Pra quem não se lembra, na década de 90, principalmente no governo do PSDB, os Planos de Demissão Voluntária foram amplamente utilizados e, como agora, se escondem por trás de nomes como “reestruturação”, “reengenharia” e “modernização”.
A Caixa Econômica Federal está desenhando um PDV para 2017 com a meta de demitir 10 mil funcionários, ou quase 10% do total de empregados atual. O Plano será oferecido a todos os funcionários e não somente àqueles que já estão em condições de se aposentar. A Caixa vem reduzindo o número de seus funcionários. No último ano o quadro funcional passou de 100,3 mil para 97 mil. O banco também monitora o desempenho de 100 agências deficitárias.
Assim como no Banco do Brasil, o discurso é o mesmo: aumentar a eficiência para se igualar aos bancos privados.
A fórmula? Demitir funcionários, fechar agências e, como consequência, piorar o atendimento ao público, abandonando o seu papel de banco público.