O relator da previdência, Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), afirmou que pretende manter a idade mínima de aposentadoria em 65 anos, mesmo para as mulheres. A afirmação foi feita ontem à noite, após reunião entre ele, Temer e mais nove homens.

Para o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) é difícil alterar esse ponto da reforma: “Não vejo essa possibilidade, mulher luta por uma igualdade”, afirmou, ignorando a recorrente dupla jornada exercida por muitas mulheres.

Como as mulheres dedicam duas vezes mais tempo às atividades domésticas que os homens, elas trabalham até cinco horas a mais por semana do que eles, segundo o IBGE.

Uma pesquisa do Instituto Vox Populi, encomendada pela CUT, mostrou que 93% dos brasileiros são contrários ao aumento do tempo de contribuição (independente do sexo) conforme pode ser conferida em matéria da Revista Carta Capital.